Visitas aos filhos e a pandemia

É fato que estamos vivendo um momento atípico, grave e sem nenhuma previsão de término da pandemia. O isolamento social vem trazendo consequências difíceis para toda a economia, a sociedade em geral, e para os filhos com pais separados, também.

É de extrema importância a participação ativa de ambos os pais na criação e educação dos filhos em todos os campos – financeiro, moral, educacional, psicológico e social. Porém, como ficam as visitas em tempos em que o contato físico com as pessoas deve ser cada vez menor, visando segurança e saúde?

É importante ressaltar que a pandemia não retira ou suspende o direito de visita aos pais, mas é de suma importância que seja feito com responsabilidade e total segurança.

Atualmente, temos a tecnologia a nosso favor, e de uma forma momentânea, o contato e acompanhamento podem ser feitos diariamente através de vídeo chamadas, telefonemas, whatsApp, fotos. É um período de adaptação em que o amor, carinho, presença, cuidado, preocupação, interesse, zelo podem ser demonstrados e vividos pelos meios digitais.

Porém, caso não seja possível e os pais ou filhos queiram a presença física, é muito importante que seja feito com toda a segurança e responsabilidade, seguindo as recomendações de saúde, ou seja, utilização de máscaras, álcool em gel e, por mais difícil que seja, sem abraços e beijos. Se não for por você, faça pelo outro!

Entre em contato para qualquer dúvida.

Equipe Amante & Bosquetti

Digite para postar: Para usar CAPTCHA é preciso instalar o plugin Really Simple CAPTCHA.