Vai fechar a empresa? Não esquece de dar baixa no CNPJ

Há inúmeras razões para encerrar um negócio, mas independente do motivo, é muito importante dar baixa no CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, a fim de evitar problemas e dores de cabeça.

Atualmente, os cadastros governamentais estão mais centralizados e práticos, sendo possível a baixa logo após o encerramento das operações da empresa.

Regra geral, os valores pendentes de impostos federais são transferidos para o CPF dos sócios, e os débitos estaduais e municipais podem ser parcelados.

E quais problemas podem ter ao fechar a empresa e manter o CNPJ ativo?

Neste caso, há declarações, inclusive de inatividade, que devem ser apresentadas aos órgãos responsáveis, e a ausência deste procedimento pode gerar multas acumulativas por ano. Portanto, precisará ter um acompanhamento mesmo sem atividade empresarial.

Além disso, uma vez que o CNPJ mantém-se ativo e sem movimentações, é uma ótima oportunidade para fraudadores utilizarem o CNPJ para fazerem compras e empréstimos bancários.

Entre em contato para qualquer dúvida.

Equipe Amante & Bosquetti

Digite para postar: Para usar CAPTCHA é preciso instalar o plugin Really Simple CAPTCHA.